Imprint  |  Privacy Policy  |     

ARCHEA de Hess. Oldendorf instala um biodigestor com tecnologia alemã “tropicalizada”, em Pomerode no sul do Brasil.


Pomerode (Santa Catarina), 15 de setembro de 2014 – Na cidade de Pomerode (Estado de Santa Catarina), no sul do Brasil, uma instalação de biogás ultramoderna foi oficialmente entregue ao operador local por Oliver Nacke, CEO da ARCHEA Biogas Technology GmbH de Hess. Oldendorf, em 8 de setembro de 2014. O lema no cartaz da construção "Für eine saubere und sichere Zukunft" foi traduzido como "tecnologia alemã tropicalizada". A instalação é um projeto conjunto de parceiros alemães e brasileiros e é o primeiro desse gênero no Brasil, tendo sido adaptada pela tecnologia ambiental alemã para as condições específicas do país tropical.

Segundo Oliver Nacke, Diretor da ARCHEA Biogastechnologie GmbH de Hess. Oldendorf: "Foi um dia especial para mim. Quatro anos de desenvolvimento e mais de 20 viagens ao Brasil foram recompensados hoje. O conceito geral é único. O estrume suíno, que antes era armazenado em lagoas abertas, é agora, com a instalação do biodigestor, convertido em gás natural, e em adubo sólido através da degradação aeróbia e de uma unidade de secagem. O adubo é comercializado diretamente pela instalação. A procura é muito alta, já que o Brasil não tem um solo como o da Alemanha. Após a conclusão do período de experiência e com plena capacidade, sera aumentada a producao  para cerca de  1 milhão de metros cúbicos de gás natural, que é vendido como combustível a postos de gasolina pelo fornecedor de gás de Santa Catarina SCGAS, em Florianópolis. O transporte é realizado através de veículos cisternas existentes, já que não existe nenhuma rede de gás natural. O gás natural de Pomerode substitui o gás que até agora vinha da Bolívia e cujo preço aumentou muito nos últimos anos. O Brasil recebe 80% do gás natural da Bolívia. Desse modo, através do biogás/gás natural a partir de resíduos, poderiam ser autossuficientes e tornar-se independentes.

A Biogaspark Deutschland GmbH de Buckeburgo envolveu-se de forma considerável na instalação. A Biogaspark Deutschland opera atualmente 24 instalações de biogás na Alemanha e irá assumir mais no Brasil.

Segundo Hans Prayon, presidente do Conselho de Administração do grupo brasileiro-alemão Eco Conceitos S.A.:
“Essa instalação deve funcionar como um exemplo em Santa Catarina. Já existem no Brasil centenas de instalações de biogás segundo o modelo túnel, mas muito poucas trabalham de forma estável durante um longo período. Com esse conceito diferente de instalação, queremos mostrar que isso é viável. Os recursos naturais são a base para a produção de gás, eletricidade e adubo orgânico. Essencialmente, a mais moderna tecnologia ajuda-nos a encontrar o caminho de volta à natureza". Ao grupo Eco Conceitos S.A., com sede em Pomerode, pertencem a Archea do Brasil Ltda., como parceira tecnológica, e a BiogasPomerode Ltda., como operadora. Os parceiros do lado alemão são a MVV decon GmbH (Mannheim) e a Wirtschafts- und WissenschaftsZentrum Brasilien-Deutschland e.V. (WWZ – BD) com sede em Berlim. A instalação, financiada de forma privada, é parte de um projeto promovido pelo Ministério Federal Alemão do Ambiente e pela Deutsche Investitions- und Entwicklungsgesellschaft mbH (DEG).

Soluções econômicas para os problemas ambientais


Hans-Dieter Beuthan, Vice-Presidente Executivo da WWZ – BD e.V., vê o projeto de Pomerode como um modelo industrial. "Santa Catarina é a maior produtora de carne de porco do Brasil e o estrume suíno é um dos maiores problemas ambientais que o país enfrenta. Em Pomerode vamos mostrar que também há soluções econômicas para esse problema". A WWZ – BD tinha fornecido uma análise econômica que acompanhou o processo de aprovação e apoiou a transferência de tecnologia.  Hans-Dieter Beuthan: “Desse modo, determinamos que o Brasil já tem uma legislação ambiental moderna. Entre as tarefas por realizar, encontra-se sobretudo a implementação nos municípios. Portanto, não é nenhuma surpresa para nós que o interesse na nossa instalação seja enorme, mesmo antes do lançamento oficial”.

Existe um grande potencial para a produção de biogás no Brasil


Até agora, o biogás só tinha sido usado no Brasil para produção de energia em alguns projetos-piloto, sobretudo em aterros sanitários. De acordo com a autoridade reguladora brasileira de eletricidade ANEEL, atualmente apenas 0,06% da eletricidade é produzida a partir de biogás. A Câmara de Comércio e Indústria Alemã-Brasileira de São Paulo estima um grande potencial para o biogás através da legislação para o tratamento de resíduos do ano de 2010. Assim, o Plano de Gestão de Resíduos (PNRS) prevê que, até o final de 2014, seja obrigatório, para todos os municípios, o encerramento de todos os aterros a céu aberto e o tratamento, aproveitamento ou depósito em aterros adequados de todos os resíduos. Os materiais devem ser reutilizados em nível econômico e energético em conformidade. No entanto, apenas menos de metade de todos os municípios possuem tais instalações, o que atribui um enorme potencial a novos projetos de produção de biogás. Estima-se que o potencial do biogás a partir de águas residuais e de resíduos orgânicos seja de cerca de 50 milhões de metros cúbicos de metano por dia ou cerca de 3.400 megawatts de capacidade para explorar.




 
 
ARCHEA do Brasil Ltda.
Rua Luiz Abry 454, Sala 201
89.107-000 - Pomerode SC, Brasil

T +55 47-9933-3117
ercio.kriek@archea.de

Facts about Virtual Power Plant

A virtual power plant is a network of decentralized, medium-scale power generating units such as biomass plants, Combined Heat and Power (CHP) units, wind farms and solar parks. read more ...

Interessante informação por instalação de produção de biogás


Biogás versátil